Blog FALE CONOSCO
13 Apr 2021, Svetoslav Mladenov, Global Industry Researcher

Bahia e Amazonas com a maior queda na produção industrial no primeiro bimestre de 2021

A produção industrial no Brasil aumentou 1,3% no primeiro bimestre de 2021 frente a igual período do ano anterior, de acordo com a Pesquisa Industrial Mensal Regional (PIM Regional) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A indústria nacional cresceu em oito dos 15 locais pesquisados. As maiores altas foram registradas nos estados de Santa Catarina (9,5%), Rio Grande do Sul (8,4%) e Minas Gerais (7,8%).

O bom desempenho em Santa Catarina se deveu aos setores de máquinas e equipamentos, metalurgia e confecção de artigos do vestuário.

Um aumento na produção de máquinas e equipamentos e produtos de metal explicou o resultado positivo no Rio Grande do Sul. Ao mesmo tempo, o avanço em Minas Gerais foi impulsionado pelas indústrias extrativas e pelo setor automotivo.

Por outro lado, Bahia registrou a maior queda na produção industrial entre os locais pesquisados, de 18% frente ao período janeiro-fevereiro de 2020.

O principal impacto na queda da indústria baiana veio do setor automotivo e da decisão da montadora de veículos Ford de fechar sua fábrica em Camaçari em meados de janeiro de 2021.

A empresa norte-americana anunciou também que pretende parar suas duas outras fábricas no Brasil até o final do 2021 como parte de uma reestruturação global. Amazonas registrou o segundo pior resultado entre os locais pesquisados, com uma queda da produção industrial de 9,8% frente ao período janeiro-fevereiro de 2020.

A principal causa para o fraco desempenho foi a intensificação da pandemia de COVID-19 no estado que provocou uma baixa da produção na sete das 11 atividades pesquisadas.

 

Quer ter acesso a conteúdo sobre este e outros setores da economia brasileira e global? Entre em contato com a nossa equipe  e solicite uma demo.

Para clientes EMIS que querem saber mais sobre os setores, acesse a aba EMIS Insights 

 

Fonte original: IBGE, Valor Econômico, EMIS, CEIC Data
PORTUGUÊS

RELATED ARTICLES