Blog FALE CONOSCO
PORTUGUÊS
29 Jul 2019, Stella Zlatareva, EMIS

M&A América Latina:Transação da Via Varejo foi a maior da região em Junho

O mercado de fusões e aquisições (M&A) da América Latina em junho foi caracterizado pela falta de transações significativas, já que nenhum acordo ultrapassou US$ 1 bilhão no período.

O valor total do mês foi de US$ 5,1 bilhões, com queda de 12% na comparação ano a ano. A tendência de queda se espalhou para o número de transações - 140 acordos no mês em 2019 contra 163 no mesmo período do ano anterior.

No período de janeiro a junho de 2019, nossos dados apontam que houve 861 transações com foco em empresas latino-americanas, ante 795 no primeiro semestre de 2018. No entanto, no acumulado do ano, o valor caiu 14%, para    US$ 42,8 bilhões.

Desde o início do ano, os países mais ativos em número de transações foram o Brasil com 400 transações, o México com 74 e a Colômbia ocupando a terceira posição com 70. O quarto lugar foi compartilhado pelo Chile e pela Argentina, que somaram 59 transações cada.

O maior negócio já registrado no mês de junho foi a esperada venda de uma participação na varejista brasileira de produtos eletrônicos Via Varejo pelo grupo varejista Pão Pao de Açúcar (GPA). Este último concordou em alienar 36% da Via Varejo por US$ 570 milhões para o empresário Michael Klein e investidores não revelados. A família de Michael Klein é proprietária de 25,4% da Via Varejo e agora aumentou sua participação para 27%, tornando-se assim o maior acionista da Via Varejo. O GPA, que é controlado pelo maior varejista francês, Casino, não poupou esforços para vender sua participação na varejista brasileira nos últimos três anos, com o objetivo de se concentrar em seu negócio de alimentos.

Outra grande transação, cujo valor não foi divulgado, foi a fusão entre as administradoras de shopping centers Sonae Sierra Brasil e Aliansce Shopping Centers. A combinação resultará na criação da segunda maior administradora de shopping centers em termos de área bruta locável (ABL), com 40 shopping centers.

Fora do Brasil, uma transação de destaque foi a venda das operações do banco canadense Scotiabank em Porto Rico e nas Ilhas Virgens Americanas. O comprador, Puerto Rican Oriental Bank, está pagando US$ 560 milhões pelo negócio e se tornará o segundo maior banco em Porto Rico por depósitos de clientes.

Fonte original: EMIS

RELATED ARTICLES